Enjoo no Carro


images (1)

Seu cachorro enjoa ao andar de carro?

Os cães são companheiros fiéis do homem e sempre estão demonstrando seu carinho por seus donos. Cachorros são conhecidos como animais dóceis e amigáveis e, por isso, é comum ver pessoas passeando com seus cachorros para todos os lados, inclusive para andar de carro ou moto. Mas, quem já andou de carro com seu pet sabe o quanto é difícil controlar a ansiedade dele, que pode evoluir para o medo e até pânico de estar no carro em movimento.

A ansiedade de um cachorro dentro de um carro pode muito relativa e até momentânea. Há cachorros que não emitem nenhuma reação de medo ou ansiedade e até gostam do passeio, aproveitando a vista da janela e a diversão dentro do carro. Mas há outros que acabam sentindo um grande desconforto capaz de ficarem nervosos e até mesmo passar mal dentro carro, devido aos enjoos e stress excessivo.

Ao avistar um carro é comum ver muitos cachorros se afastarem com o medo e certa excitação que poderá causar stress e até mesmo tremedeiras. Por não ser um ambiente familiar, é comum que os cachorros não se simpatizam com o carro, principalmente quando ele se encontra em movimento, mas conforme o tempo passa, eles se familiarizam com o ambiente e se acostumam com os movimentos do veículo.

Alguns veterinários afirmam que o medo que os cachorros possuem de andar de carro pode estar relacionado há algum trauma do passado, seja uma simples ida ao veterinário, ou para tomar vacinas e o medo de separação dos donos e outros animais que possam ter na casa. Neste caso, é preciso acostumar o cão com o trajeto, principalmente se ele demonstra medo pela movimentação do veículo e barulhos que possam ocorrer fora do carro.

Nas situações em que há traumas, é preciso que o dono tenha cuidado no trajeto, fazendo com que a experiência do cão seja agradável ao ponto dele esquecer traumas antigos. Vale destacar a importância de realizar paradas em caso de viagens, pois os cachorros precisam urinar com frequência, além de calor excessivo que eles podem sentir durante o percurso. Para isso, basta prestar atenção nos sinais que o cachorro faz e parar assim que necessário.

Fonte: http://www.homeopet.com.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.